Avaliação de Desempenho Organizacional no Setor Comercial de Uma Empresa de Cursos Profissionalizantes

Temas: Gestão de RH


Certificado de publicação:
Certificado de Cláudio Bezerra Leopoldino

Acessos nesse artigo: 1


AUTORIA

Diego De Queiroz Machado , Cláudio Bezerra Leopoldino , Jessé Da Silva Oliveira

ABSTRACT
O presente artigo aborda uma pesquisa realizada no setor comercial de uma instituição de ensino profissionalizante, a respeito dos processos de avaliação de desempenho individual dos colaboradores do seu setor comercial. A investigação foi de natureza qualitativa e empregou a observação, o questionário e a análise de documentos como meios de coleta de dados. Observou-se que a empresa era inflexível em seus processos avaliativos, demitindo sumariamente os empregados que não atingissem as metas em curto espaço de tempo, gerando rotatividade e custos. Adicionalmente, certos aspectos básicos da avaliação de desempenho como o feedback e transparência eram ignorados. Constatou-se que com pequenas modificações, o modelo vigente poderia, sem perder suas características, equilibrar melhor a avaliação do desempenho dos indivíduos e o desenvolvimento das pessoas que compõem o corpo funcional da organização.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários

Comentários Gerais • Texto bem organizado e enxuto, leva à compreensão mais fácil do fenômeno que se pretende estudar. • Muito interessante perceber que existem empresas com critérios tão rígidos para definição de demissões, e a reflexão que o estudo traz sobre o quão raso tal procedimento parece ser. É curioso perceber que uma empresa que ofereça formação profissional, não disponha de recursos internos adequados de avaliação de pessoal. • Muito rica a proposição de um novo modelo de avaliação e o redesenho do fluxo que atualmente a entidade segue. Ponto a serem melhorados no trabalho: • Explicar na contextualização anterior à apresentação do objetivo o que “processo incorreto” termo que aparece em sua redação. • A metodologia não detalha o conteúdo do questionário aplicado, nem como o processo de observação se deu (é uma observação participante?) e/ou como os registros foram feitos. O que é denominado de “análise de documento” seria uma técnica de análise e não de coleta como fora apresentado. • Evitar juízo de valor na apresentação do caso

Foto do Usuário Leandro Silva Da Luz 09-02-2021 12:50:35

Este tema é um tema muito debatido e encontrado dentro do cenário organizacional e no meio cientifico, portanto atualente muito relevante. Todavia, eu faria deste tema uma estudo de caso, por exemplo, como esse tema se comporta dentro das intituições bancárias, onde, tem-se um ambiente totalmente preconceituoso, onde o desempenho vai muito alem das metas batidas e o assédio moral é cada vez pior.

Foto do Usuário Raquel Macario Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Artigo de leitura agradável, muito bem escrito. Apesar de ter sido dito que foi aplicado o questionário aos empregados avaliados, não foi possível observar a percepção dos mesmos nos resultados apresentados. Além da manutenção do emprego, neste modelo atual, o alcance das metas garante algum benefício ao avaliado?