FEIRA DE MESSEJANA EM FORTALEZA: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE COMPRA DOS CONSUMIDORES

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Empreendedorismo e inovação

Acessos neste artigo: 3


Certificado de publicação:
Certificado de Maria Antonia do Socorro Rabelo Araujo

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Maria Antonia Do Socorro Rabelo Araujo , Isabella Matos Braga , Daniel Santiago De Sousa , Gabriel Aguiar Mendes

ABSTRACT
Em um mercado cada vez mais competitivo, a busca por compras junto as feiras livres em busca de produtos mais saudáveis e com preços mais acessíveis, torna-se um ponto positivo para a continuidade das inúmeras feiras livres existentes do nosso país. Esses lugares são na sua maioria, espaços ao ar livre com comerciantes cadastrados pela prefeitura e autorizados a comercializar todos os tipos de produtos. Portanto, nas feiras livres, podemos encontrar desde o fornecedor da matéria prima, passando pelo fabricante, distribuidores, varejistas com mercadorias que sejam ao consumidor final. Assim, também, se acentuando a competitividade em preços, oferta de mercadorias e disputa pelo espaço urbano de nossa cidade. O objetivo deste trabalho é identificar fatores que motivam a ida às feiras, apresentar e analisar o processo do comportamento compra dos frequentadores das feiras, e em especial da feira de Messejana de onde foi feita toda a coleta da pesquisa. Este estudo de caso foi fruto de uma pesquisa bibliográfica e um questionário enviado a moradores das proximidades e frequentadores da feira livre de Messejana.  O resultado da pesquisa mostrou que a qualidade é um fator importante na escolha do produto, possibilitou também uma análise determinante sobre a influência de aspectos como a qualidade no atendimento, no preço e no ambiente físico. A pesquisa revelou que a feira livre apresenta problemas, principalmente em relação à gestão dos espaços físicos públicos. Como proposta, sugere-se a criação e reformulação de políticas públicas para o fortalecimento dessa atividade econômica.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Georgia Patrícia Da Silva Ferko 09-02-2021 12:50:35

O tema é muito interessante na medida em que a feira é um espaço de encontros que suscita análises. Na questão metodológica não ficou claro a quantidade de participantes e os critérios de inclusão e exclusão dos participantes da pesquisa. O uso do google forms foi ótimo e está sendo muito usado no tempo de pandemia. Houve dúvida quanto aos respondentes, tem uma parte do texto que incita que são consumidores de feiras livres de maneira geral e não apenas da feira livre de Messejana.

O feirante como empreendedor no Ceará já é assunto regionalizado, tanto na capital como no interior do estado. Como ainda, impactante no segmento econômico dessa e das demais capitais do país. Desde o incio das vilas e avenidas, a feira se caracteriza pelo sujeito empreendedor que revende aquilo que colhe, ou daquilo que lhe chega as mãos, através da atividade comercial. artigo com tema instigante e efervescente para a acadêmia e a economia dos estados.

Foto do Usuário Frederico Romel Maia Tavares 09-02-2021 12:50:35

O artigo é importante para a compreensão desse tipo tradicional de comércio bastante comum e tradicional em todo o mundo. Sugiro que os autores melhorem a metodologia, como a definição da amostra. Não consta no texto, quantos informantes foram entrevistados. Acrescento a necessidade de atualizar as referências, com trabalhos mais recentes sobre o tema.

Artigo muito interessante, atual e que traz a realidade de uma localidade. Considero que possam aprimorar a apresentação do método e dos resultados. Carece ainda de uma revisão ortográfica e de formatação, apesar de bem redigido.