VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: CONHECIMENTO DOS ENFERMEIROS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE SOBRE A LEGISLAÇÃO VIGENTE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde da Mulher

Acessos neste artigo: 1


Certificado de publicação:
Certificado de Francisca Evangelista Alves Feitosa

AUTORIA

Francisca Evangelista Alves Feitosa , Daiana De Freitas Pinheiro , Marina Barros Wenes Vieira , Yanca Carolina Da Silva Santos , Juliane De Lira Mendes , Patrícia Pereira Tavares De Alcântara , Rachel Cardoso De Almeida

ABSTRACT
Há uma tendência crescente no reconhecimento da Violência Contra a Mulher (VCM) enquanto problema de saúde pública, logo, consiste em qualquer ato que resulta, ou pode resultar, em dano físico, sexual, psicológico ou sofrimento para a mulher.  O objetivo foi saber o conhecimento dos enfermeiros sobre a legislação vigente relacionada à Violência Contra a Mulher. A pesquisa tem uma abordagem exploratória, descritiva e é de natureza qualitativa, os participantes da pesquisa foram os enfermeiros das Estratégias Saúde da Família (ESF) da zona urbana do município de Iguatu/CE. Com isso, fica clara a importância dos profissionais, principalmente os enfermeiros, conhecerem a legislação vigente, visto que o desconhecimento dela pode gerar a subnotificação ainda que seja obrigatória a notificação. Uma vez que os dados gerados pelas notificações subsidiam ações e fomentam políticas públicas para o atendimento e enfrentamento da VCM. Por isso, faz-se necessário fortalecer a política de assistência por meio dos treinamentos e das capacitações em VCM. Por fim, espera-se que o estudo possa contribuir com os profissionais da enfermagem, os estudantes e os pesquisadores, tanto para o aperfeiçoamento na temática como também para fomentar novas pesquisas.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Kahena Giullia De Deus Lopes 09-02-2021 12:50:35

Tema muito relevante e mostra que infelizmente os profissionais não estão preparados para o enfrentamento da violência, pois é um assunto complexo que requer um conhecimento mais aprofundado para que a abordagem seja efetiva. Sugestão: incluir a LEI Nº 13.931, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2019 que altera a Lei nº 10.778, de 24 de novembro de 2003, para dispor sobre a notificação compulsória dos casos de suspeita de violência contra a mulher. Pergunta aos autores: Diante desse cenário de conhecimento superficial dos profissionais enfermeiros, como poderia ocorrer um incentivo para estudo do tema, para que entendam a relevância desse conhecimento?

Foto do Usuário Camila Cruz Pacheco 09-02-2021 12:50:35

Foi uma leitura interessante de um tema muito importante.

Foto do Usuário Milena Cristo Martins 09-02-2021 12:50:35

A pesquisa conseguiu cumprir com o objetivo proposto, entretanto senti falta de uma proposta de contribuição melhor definida para o déficit apresentado em considerações finais.

Foto do Usuário Ana Lidia Daniel 09-02-2021 12:50:35

Muito boa a escrita e é um assunto que precisa ser ainda mais discutido

Foto do Usuário Aline Cristina Alves Dias 09-02-2021 12:50:35

Assunto de grande valia, tendo em vista o número crescente de mulheres submetidas a violência. O olhar do Enfermeiro é fundamental para reconhecer e intervir nesses casos. O aprimoramento profissional e importantíssimo para auxiliar os profissionais que estão na linha de frente.

Foto do Usuário Rosemeire De Jesus Santos 09-02-2021 12:50:35

O artigo trata com clareza o assunto em questão, objetivos claros e respondidos, porém senti falta da contribuição e sugestões para melhoria no défice de conhecimento das enfermeiras no que diz respeito à violência contra a mulher, inclusive à nível de políticas de educação permanente em saúde.