EFEITO DA APLICAÇÃO DE FERTILIZANTE MINERAL FOLIAR E OXICLORETO DE COBRE ASSOCIADO A FUNGICIDAS ESPECÍFICOS E SEU EFEITO SOBRE A INCIDÊNCIA DE DOENÇAS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Acessos neste artigo: 2


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Wagner Semensatto , Rodrigo Junior Hammacher , Gustavo Gomes Lima , Thayane Oliveira , Felipe De Campos Carmona , Bernardo Souza Barcellos , Rodrigo Aleves Brauveres , Stéfano Medeiros , Leandro José Welter

ABSTRACT
As doenças causadas por fungos são os principais problemas da orizicultura mundial (PRABHU et al., 2006), podem causar impacto significativo na produtividade de grãos pela destruição parcial ou total da cultura. No Brasil não ocorre doença viral ou bacteriana com alto poder de destruição como ocorre nas áreas de cultivo de arroz do continente asiático. Entretanto, as doenças de origem fúngica, como a brusone, são prevalentes e muito destrutivas no Rio Grande do Sul, causando enormes prejuízos aos produtores.
Nos últimos anos, vem ocorrendo mudança no sistema de produção da cultura do arroz no território gaúcho. As cultivares evoluíram para arquitetura do tipo moderno, com características de porte baixo, alto perfilhamento e folhas eretas, o que permitiu obter altas produtividades. Associada a essa tecnologia, a alteração das práticas culturais, como adubação, densidade de semeadura, semeadura antecipada à recomendada pela pesquisa e sistema de irrigação, têm modificado o comportamento da severidade das doenças que eram consideradas endêmicas e de pouco dano econômico e a manifestação de muitas outras. Isso pode ser observado com a epidemia da cárie do arroz (Tilletia barclayana) nas safras (2005/06 e 2006/07) e, mais recentemente, de carvão verde (Ustilaginoidea virens), em todas as regiões gaúchas produtoras de arroz (NUNES 2013).
A brusone, causada pelo fungo Magnaphorthe oryzae (Herbert) Barr, é considerada a doença mais destrutiva do arroz e ocorre em todo o território brasileiro|. Os prejuízos são variáveis, sendo maiores em arroz de terras altas, e podem comprometer em até 100% a produção nos anos de ataques epidêmicos (CASTRO et. al., 2019). A doença ocorre desde o estádio de plântula até a fase de maturação da cultura, sendo que os sintomas podem ser tanto nas folhas quanto no nó da panícula. Os sintomas típicos nas folhas, caracterizam-se por pequenos pontos de coloração castanha, que evoluem para manchas obliquas com centros esbranquiçados quando completamente desenvolvidas (MILAN et. al., 2018).
A infecção do nó da base da panícula é conhecida como brusone do pescoço e tem papel relevante na produção. O sintoma expressa-se na forma de uma lesão marrom que circunda a região nodal, provocando um estrangulamento da mesma (KIMARI et. al. 1997). Pode apresentar como resultado a esterilidade total dos grãos. As panículas ficam esbranquiçadas, sendo facilmente identificadas no campo. Diversas partes da panícula, como ráquis, ramificações primárias e secundárias e pedicelos, também são infectadas.
Diante disso, se objetivou com este trabalho avaliar a eficácia do fertilizante mineral foliar e oxicloreto de cobre associado a diferentes fungicidas, sobre a incidência de doenças em duas cultivares de arroz irrigado amplamente utilizado no Rio Grande do Sul.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Gustavo Gomes Lima 09-02-2021 12:50:35

A capacidade destrutiva da brusone do arroz foi muito evidenciada neste trabalho, o manejo adequado dos fungicidas e novas formas de controle devem sempre ser tema de novos estudos.

Foto do Usuário Stéfano Medeiros 09-02-2021 12:50:35

A brusone é uma doença fúngica que traz severos danos e perdas econômicas na cultura do arroz, o trabalho apresenta alternativas de controle da doença, trazendo a possibilidade do manejo com diferentes combinações de produtos para a prevenção da doença.

Foto do Usuário Layla Regina Luiz Do Nascimento 09-02-2021 12:50:35

Artigo bem produzido. Possui fluidez na leitura, facilitando entendimento do conteúdo apresentado.