QUALIDADE DE MUDAS DE GRAVIOLEIRA EM SUBSTRATOS FORMULADOS À BASE DE RESÍDUOS DO AGROEXTRATIVISMO AMAZÔNICO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Acessos neste artigo: 2


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Flávio Da Silva Costa , Lenize Santos Da Silva , Janivan Fernandes Suassuna , Kalyne Sonale Arruda De Brito

ABSTRACT
No Estado do Amapá, atividades da agropecuária e do extrativismo geram diversos resíduos que podem ser reutilizados na agricultura, atribuindo valor socioambiental a esses subprodutos que, comumente, são descartados inadequadamente no meio ambiente. Nesse contexto, objetivou-se determinar, por meio de parâmetros morfológicos e fisiológicos, a qualidade de mudas de gravioleira em substratos orgânicos formulados à base de esterco bubalino, caroço de açaí decomposto e serragem de madeira. O experimento foi conduzido em casa de vegetação da Universidade Federal do Amapá, Mazagão, Amapá. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, constituído de sete tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos consistiram de formulações à base de esterco bubalino (EB), caroço de açaí (CA) e serragem (SE), sendo: S1 - EB + CA + SE (1:1:1), S2 - EB + CA (1:2), S3 - EB + SE (1:2), S4 - EB + CA (1:1), S5 - EB + SE (1:1), S6 - EB + CA (2:1) S7 - EB + SE (2:1). A qualidade das mudas foi determinada por meio de parâmetros morfológicos e fisiológicos. Os substratos S1, S2 e S4 obtiveram os melhores resultados de crescimento vegetativo, produção de fitomassa seca e índice de qualidade de Dickson.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Jefrejan Souza Rezende 09-02-2021 12:50:35

Acho sempre muito importante o uso de substratos regionais, tanto no que diz respeito ao seu aproveitamento para a agricultura, como também no aspecto ambiental. É de baixo custo, facilmente encontrado na região, reduz o potencial de descarte que acabaria contaminando o meio ambiente e reduz o uso de adubos minerais que também contribui para a contaminação. Tenho um trabalho parecido na seção de Ciência do Solo com o uso de Cinza vegetal comum na minha região. Excelente!