Construção Civil e Desenvolvimento: o impacto na geração de emprego diante da crise econômica nos municípios do Vale do Paraíba

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Administração Pública

Acessos neste artigo: 2


Certificado de participação:
Certificado de CLAUDIA REGINA BRUNI SIGRIST

Certificado de publicação:
Certificado de CLAUDIA REGINA BRUNI SIGRIST

AUTORIA

Claudia Regina Bruni Sigrist , Edson Trajano Vieira , Mônica Franchi Carniello

ABSTRACT
Este artigo tem como objetivo analisar o atual cenário econômico que demonstra um estado de letargia, tanto nas ações públicas do setor da construção, quanto nos investimentos privados, o que pode contribuir ainda mais para o aumento de risco de turbulência e de desaceleração econômica se não forem adotadas medidas adequadas. Compreende ainda a comparação dos indicadores nacionais e estaduais, considerando os índices do CAGED, e por meio da análise de documentos e registros nas bases de autarquias federais, estaduais e de outros órgãos que registram dados estatísticos para a composição deste estudo e que refletem sua contribuição para o processo de desenvolvimento regional. Deve-se considerar também a percepção  dos principais atores que compõem esse eixo tão importante e que contribui para a definição do cenário nacional, bem como as principais alternativas que compõem as políticas setoriais da construção civil, suas vicissitudes, seus alentos e descompassos com a diretriz política atual e, principalmente, compreender quem são essas pessoas embotadas de cimento e lágrima, capazes de alavancar o país para outros patamares socioeconômicos. Para apresentar esses importantes tópicos da economia, este trabalho elegeu como método a pesquisa documental, propõe as análises econômicas dos últimos dez anos, de modo comparativo para obtenção do entendimentos do impacto que, assistido pela indústria da construção civil, refletiu também para qualidade de vida dos funcionários da área, dando bases para conclusões analíticas do Produto Interno Bruto (PIB), demonstrando oscilações e contrastes que têm influência direta na performance da economia.
Palavras-chave: Construção Civil; Desenvolvimento Regional; Emprego; Desemprego.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário James Cleiton De Oliveira Sá 09-02-2021 12:50:35

O tema é de alta relevância para a construção civil no Brasil que depende de inúmeras variáveis econômicas para obter desenvolvimento sustentável. O grande desenvolvimento observado na primeira década sem planejamento sustentável parecer ter acarretado colapso neste setor?

Foto do Usuário Leandro Félix Vieira 09-02-2021 12:50:35

Os Impactos na Geração de empregos diante da Crise Econômica no Vale do Paraíba é de grande relevante para essa região que carece de empregos e tem na construção civil uma alternativa de melhoras na empregabilidade

Foto do Usuário Luiz Rodolfo França Pinheiro 09-02-2021 12:50:35

Bom panorama sobre a situação dos últimos 10 anos do mercado da construção civil de 3 grandes cidades do Vale do Paraíba. Sugestão: incluir no estudo cidades menores e do litoral da Região Metropolitana, com a intenção de enriquecer o quadro comparativo. Pergunta: o setor da Construção Civil que esboçava um crescimento antes da Pandemia, será muito afetado pela crise do COVID-19?

Foto do Usuário Marcia Eliza De Godoi Dos Santos 09-02-2021 12:50:35

Um artigo bastante interessante. Considerando que os estudos apontam que a economia se torna dos principais aspectos do desiquilíbrio no país, impactando nos trabalhadores da construção civil. A construção civil apresenta-se como setor essencial para incremento da economia, não somente pela geração de empregos diretos e indiretos, mas também pela cadeia produtiva que se estabelece nesse processo. Então, como os autores veem esse setor após da pandemia do novo coronavírus (Covid-19)?

Foto do Usuário Matheus Pissutti 09-02-2021 12:50:35

Proposta do artigo muito interessante para o âmbito da administração pública, ainda mais na geração de empregos, pelo fato do grande índice de desemprego existente no momento anual. Como considerações para o trabalho, aponto a falta de limitações e sugestões para pesquisas futuras nas considerações finais, carecendo também de uma melhor descrição da metodologia. Frente a isso, deixo como pergunta para os pesquisadores: no momento atual de pandemia (COVID-19) que estamos passando, como é visto o setor da construção civil, se comparado com o anterior à pandemia?