Instabilidades climáticas e produção de lavouras alimentares no semiárido cearense: estudo dos casos de Acopiara e Iguatu

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Economia agrícola

Acessos neste artigo: 2


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Camila Nunes Bezerra , Melyssa Da Silva Moreira Pinheiro

ABSTRACT
A instabilidade pluviométrica é uma característica marcante no semiárido brasileiro. O semiárido é frequentemente afetado por longos períodos de estiagem devido as suas chuvas irregulares. Essa irregularidade da ocorrência das chuvas na região influencia diretamente a agricultura, principalmente sobre as lavouras de sequeiro. A produção de sequeiro é amplamente difundida em todo o Estado do Ceará, com destaque para as culturas de feijão, mandioca e milho que são importantes pelo fato de serem a base alimentar e fomentador de renda monetária para milhares de agricultores do estado. Este trabalho buscou traçar o comportamento de flutuação das precipitações pluviométricas anuais dos Municípios de Acopiara e Iguatu, comparativamente ao que ocorre no Ceará, no período de 1974 a 2017 e assim avaliar a instabilidade das variáveis endógenas em cada um dos regimes pluviométricos identificados. Os coeficientes de variação foram utilizados como medidas de instabilidade da precipitação de chuvas, área colhida, produtividade e preço médio. Os resultados comprovam instabilidades pluviométricas em ambos os municípios estudados. Revelam que há diferenças entre os regimes pluviométricos definidos para cada município. Comprova-se também que, no geral, durante o período de estiagem as variáveis endógenas apresentam maior instabilidade.
Palavras-chave: Seca. Agricultura familiar. Produção de alimentos. Desertificação.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários

Parabéns a equipe pelo trabalho! O tema é extremamente relevante, pois aborda uma situação enfrentada por diversos municípios do nordeste do país. Como discutido pelos autores, as instabilidades pluviométricas se transmitem para as variáveis associadas às produções de feijão, mandioca e milho. Minha pergunta é: Como os resultados desta pesquisa pode contribuir para melhorar a vida do agricultor? Entendo que esta é uma pesquisa de base e que tem a sua contribuição científica, mas faço este questionamento com o intuito de nos levar a refletir sobre como a pesquisa de base pode contribuir para a pesquisa aplicada. Talvez embasar políticas públicas mais eficientes? Talvez sugerir uma cultura mais produtiva? Pensar que os resultados deste trabalho podem embasar (servir de base) para pesquisas futuras.

Foto do Usuário Eliana Aparecida Ferreira 09-02-2021 12:50:35

O trabalho aborda informações extremamente relevantes levando em consideração que o assunto é de extrema importância para a região Nordeste do país.