Análise de dados pluviométricos do município de São Desidério, BA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Acessos neste artigo: 3


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Alismário Leite Da Silva , Francisco Dos Santos Neto , Viviane De Jesus Carneiro , Rosângela Leal Santos

ABSTRACT
O Oeste Baiano tem se destacado no cenário nacional brasileiro por seu grande potencial econômico, em decorrência da sua produção agrícola, sobretudo na produção de grãos. O município de São Desidério, nesse contexto, caracteriza-se como um importante pilar produtivo da região, sendo também, o maior produtor de soja do estado, com 31% da produção e área plantada de 290 mil hectares somente com a cultura. O plantio do grão no município, representa uma contribuição de 69,2% do PIB municipal. Grande parte do desempenho da região se deve às condições edafoclimáticas do local. Diante da sua importância no cenário citado e dos fatores que influenciam o sucesso agrícola da região, a distribuição e volume de chuvas se destacam como fatores preponderantes a serem analisados, por este ser um recurso não controlável e, por conta disso, estudos a seu respeito, se tornam imprescindíveis na tomada de decisões, visando um manejo racional e adequado do recurso água. Diante disso, o presente estudo, analisou uma série de dados pluviométricos do município de São Desidério, com o intuito de traçar as frequências pluviométricas da região, tendo em vista que através dos dados históricos que revelam a quantidade de chuvas e sua frequência durante os anos, pode-se traçar estratégias para que se possa fazer um bom uso da água. Além disso, essas análises, caracterizaram-se como uma boa ferramenta para a modelagem de chuvas da região, além de permitirem a identificação de tendências anuais de precipitação ao longo do período analisado. No presente trabalho foi possível observar que no município, em um período de 13 anos, em 83,47% dos dias, foi registrado o volume de chuva de 0 mm, o que mostra que a região necessita de métodos que não dependam da pluviosidade para manter a alta produtividade da região.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Dinara Grasiela Alves 09-02-2021 12:50:35

Trabalho interessante. O tópico: "Obtenção dos dados do Município –São Desidério, BA" deveria constar em "material e métodos". Senti falta de uma revisão mais atualizada.

Foto do Usuário Ricardo Guilherme Kuentzer 09-02-2021 12:50:35

O presente trabalho demostra aspectos de grande relevância para esta região agronômica - o oeste baiano. atrelado da importância destes estudos, por se tratar de uma região, onde as grandes dificuldades, por suas vezes, é a falta de água. Aprovo para fazer parte dos manuscritos do CONVIBRA. Parabéns. PARA O AUTOR: Como correlacionar esses dados pluviométricos com os resultados gastos atualmente com o consumo da água por sistemas de irrigação nessa região?

Parabéns pelo trabalho. Está muito bem escrito, o que facilita em muito a leitura. Poderiam destacar na Introdução, a necessidade que se tem muitas vezes de utilizar séries curtas, ou seja, com períodos menores do que 30 anos. Penso que os autores poderiam simplificar o item Material e Métodos com relação a obtenção dos dados pela Hidroweb. Na conclusão gostaria que os autores citassem um exemplo de aplicação do trabalho como uma boa ferramenta para a modelagem de chuvas da região de São Desidério. Claudia F. A. Teixeira-Gandra

Parabéns pelo trabalho. Está muito bem escrito, o que facilita em muito a leitura. Poderiam destacar na Introdução, a necessidade que se tem muitas vezes de utilizar séries curtas, ou seja, com períodos menores do que 30 anos. Penso que os autores poderiam simplificar o item Material e Métodos com relação a obtenção dos dados pela Hidroweb. Na conclusão gostaria que os autores citassem um exemplo de aplicação do trabalho como uma boa ferramenta para a modelagem de chuvas da região de São Desidério. Claudia F. A. Teixeira-Gandra

Foto do Usuário Cristina Pandolfo 09-02-2021 12:50:35

Parabenizo os autores. Bem escrito e bem estruturado. No entanto, poderiam ter explorado melhor, do ponto de vista estatístico, as características observadas da precipitação. Material e método poderia ser mais compacto. Em se conhecendo os dados agora apresentados pelos autores, seria possível citar na prática, o uso dessas informações?