CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS DE SOLO CULTIVADO COM TOMATEIRO IRRIGADO COM ÁGUA RESIDUÁRIA DE BOVINOCULTURA DE LEITE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Ciências do solo

Acessos neste artigo: 2


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Marcos Filgueiras Jorge , Leonardo Duarte Batista Da Silva , Dinara Grasiela Alves , Geovana Pereira Guimarães , Jonathas Batista Gonçalves Silva

ABSTRACT
Águas residuárias da bovinocultura de leite, oriundas do grande volume de água que é utilizado para a limpeza das fezes e urina, vêm sendo ultimamente utilizadas com maior frequência na irrigação por repor ao solo muito dos nutrientes necessários para o desenvolvimento de uma cultura. Além disso, é uma forma ecologicamente correta de reciclar os resíduos gerados no setor produtivo, desde que manejada com critérios técnicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da fertirrigação com água residuária da bovinocultura de leite sobre as características químicas do solo cultivado com o tomateiro. O trabalho foi realizado de maio a setembro de 2012. Os tratamentos consistiram de seis doses de nitrogênio (0, 50, 100, 200, 300 e 400%) com base na recomendação para o tomateiro (100 kg ha-1) fornecida por meio da fertirrigação com água residuária de bovinocultura de leite. O experimento foi conduzido em um arranjo completamente aleatorizado, sendo cada tratamento constituído por oito repetições de parcelas com quatro plantas, totalizando 32 plantas em cada tratamento. As variáveis avaliadas foram: fósforo, nitrogênio, potássio, cálcio, matéria orgânica, ferro, manganês e pH. Os resultados foram submetidos à análise de variância (p?0,05); sendo significativos, estes foram testados por modelos de regressão. A aplicação de água residuária de bovinocultura de leite ocasionou alterações químicas no solo apenas na concentração de cálcio, os demais nutrientes avaliados não apresentaram diferenças significativas. A adubação utilizando água residuária da bovinocultura de leite como fonte de nutrientes é parcial, sendo necessária uma adubação complementar.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Alisson Marcos Fogaça 09-02-2021 12:50:35

O trabalho apresenta a investigação da alterações químicas de um solo cultivado com água residuária da bovinocultura de leite. Em termos gerais a pesquisa é consistente e a metodologia é robusta. Sugiro que os autores avaliem todos os nutrientes da água residuária para confirmar se a alteração de Ca no solo é proveniente do tratamento ou se pode ser da solubilização do calcário. Atento as discussões para não perder o foco do trabalho, sugiro discutir como as informações da literatura explicam os resultados obtidos e como isso leva a uma conclusão.

Foto do Usuário Jorge João Delfim 09-02-2021 12:50:35

O trabalho esta bem estruturado e apresentado de forma geral. porque é que não avaliaram tambem os teores de calcio na água residual utilizada na rega? para assim confirmar melhor o seu incremento no solo, tendo em conta que o solo ja tinha inicialmento o nivel consideramel de Ca. Jorge Delfim

Foto do Usuário Alvaro Graeff 09-02-2021 12:50:35

Único comentário a fazer é confirmar a origem do Ca. Veio do sistema ou é a degradação do calcareo.

Foto do Usuário Leydiane Pereira Dias 09-02-2021 12:50:35

Um trabalho bem preparado de forma atual, trouxe conhecimento com o mesmo de forma bem relevante.

Foto do Usuário Jefrejan Souza Rezende 09-02-2021 12:50:35

Bom trabalho. Senti falta da análise de Ca e K da água residuária. Isso iria explicar muita coisa. Esses tipos de resíduo são ricos nesse nutrientes, bem mais do que P por exemplo. Qual o principal ganho com o uso desse resíduo? e no aspecto ambiental?