INTEGRALIDADE DO PEDIGREE DOS OVINOS DA RACA BERGAMACIA BRASILEIRA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Ciências animais / Zootecnia

Acessos neste artigo: 3


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Emmilly Souza De Oliveira , Jennifer Souza Figueredo , Jurandir Ferreira Da Cruz , Jhon Barbosa Da Silva , Lorena Santos Sousa , Andrei Dos Santos Souza , Jaislânia De Jesus Nunes , Sahra Gaier Stadlober

ABSTRACT
Objetivou-se determinar e analisar a integralidade do pedigree da raça Bergamácia Brasileira. Foram avaliados dados de pedigree de 2.399 animais, nascidos no período de 1972 a 2018. Para a análise do pedigree foi utilizado o programa ENDOG versão 4.8. Do total de indivíduos estudados, 49,31%, 27,70%, 13,49%, 5,89% e 0,91% possuíam pedigree na primeira, segunda, terceira, quarta e quinta ascendência, respectivamente. O número médio de gerações equivalentes, completas e máximas foi de 4,29, 5,54 e 2,62, respectivamente. Em conclusão os ovinos da raça Bergamácia Brasileira apresentam baixa integralidade de informações de pedigree o que pode subestimar ou superestimar os valores dos parâmetros que tem como base de cálculo as informações da ancestralidade

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Jennifer Souza Figueredo 09-02-2021 12:50:35

Resumo bom e objetivo, assunto sobre raças naturalizadas que correm risco de extinção muito interessante e pouco estudado

Foto do Usuário Andrei Dos Santos Souza 09-02-2021 12:50:35

Tema de extrema importância já que se trata de um assunto bem próximo de nós e não muito discutido. Precisa-se ter uma atenção maior com as raças desenvolvidas aqui.