Comportamento diferencial de linhagens de algodão a Colletotrichum gossypii f. sp. cefalosporioides

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Fitopatologia

Acessos neste artigo: 3


Certificado de participação:
Certificado de Jacqueline Dalbelo Puia

Certificado de publicação:
Certificado de Jacqueline Dalbelo Puia

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Bruna Ricini Martins , Jacqueline Dalbelo Puia , Merilin Gabrieli Dal Ben Ferreira , Leandro Camargo Borsato , Sandra Cristina Vigo , Marcelo Augusto De Carvalho , Adriano Thibes Hoshino , Luana Taina Machado Ribeiro

ABSTRACT
O algodão é uma cultura de grande importância mundial, cuja produção é afetada por diversos fungos fitopatógenicos. O presente trabalho tem como objetivo avaliar o comportamento de vinte e cinco linhagens de algodão a Colletotrichum gossypii f. sp. cefalosporioides. Justifica-se o estudo devido informações a respeito da sistemática de espécies de Colletotrichum associadas ao algodoeiro são escassas. O experimento foi conduzido no Instituto de Desenvolvimento do Paraná, Londrina-PR, em casa de vegetação. Para tanto, procedeu-se da realização da inoculação em plântulas de 20-25 dias de idade com quatro repetições, utilizando-se o delineamento experimental de blocos ao acaso. A suspensão fúngica utilizada para inoculação foi ajustada para 5 x 104 conídios por mL, e pulverizado sobre as folhas, até o “ponto de escorrimento”. As avaliações de severidade da doença foram realizadas aos sete dias após a inoculação, utilizando-se escala diagramática de 0 a 100%. Deste modo, observa-se que os resultados não demonstraram grande diferença na porcentagem em função do nível de resistência das linhagens. C. gossypii f. sp. cefalosporioides expressou sintomas de ramulose em todas as linhagens inoculadas. As vinte e cinco linhagens de algodão caracterizaram-se com certo nível de resistência a C. gossypii f. sp. cefalosporioides. O presente estudo permite concluir que o conhecimento de níveis de resistência ao patógeno é fundamental, para a seleção de linhagens promissoras de algodão, a fim de selecionar os mais adequados ao manejo da doença.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Maíra Tiaki Higuchi 09-02-2021 12:50:35

O Colletotrichum tem causado grandes prejuízos ao algodoeiro, sendo assim, todos os trabalhos que busquem controlar esse patógeno são de grande valia para o agronegócio brasileiro.

Foto do Usuário Maria Cristina Canale 09-02-2021 12:50:35

Não encontrei afiliação dos autores e nem palavras-chave. Normalmente o trabalho "teve" como objetivo... no passado, pois já foi realizado. As legendas de figuras normalmente vêm embaixo delas em textos científicos. Entretanto, o texto está bem escrito. O trabalho é importante pois essa é uma das principais doenças do algodão.

Foto do Usuário Francisco Dos Santos Neto 09-02-2021 12:50:35

O trabalho apresenta uma boa escrita e pode ajudar na escolha de linhagens de algodão resistentes a ramulose que é uma importante doença que acomete a cultura do algodão.

Foto do Usuário Samantha Zanotta 09-02-2021 12:50:35

Revisar o parágrafo do objetivo pois se repetiu a palavra "objetivo". Vale ressaltar que esse patógeno é encontrado somente no Brasil.